sábado, 4 de março de 2017

Extra: Percurso do Vale do Cabrum à Lupa

Depois de mais uma pausa inesperada, em que o S. Pedro não colaborou, voltamos a tirar as botas da prateleira e fazer mais uma caminhada.

A caminhada desta vez, era mais curta, mas não mais fácil.

Chegados à Aldeia de Covelinhas, em Resende, as "belhas" andavam loucas, e dispararam em tudo que se mexia e alguns de nós (inclusive eu) experimentaram o "ferrãozinho".

Depois dos tradicionais bons dias, abraços e beijinhos lá pusemos os pés ao caminho, a primeira parte é uma longa subida de aproximadamente 3km, por caminhos em pedra (calçada), onde por vezes fazia lembrar os "caminhos dos mortos" com bastante água.

Antes de chegar à aldeia da Granja, passamos numa aldeia abandonada, onde a vista sobre Covelinhas e os seus socalcos era muito apreciável.

Depois de uma pequena paragem para reagrupar e conviver na aldeia da Granja, foi tempo de fazermos uma alteração ao percurso e em vez de seguirmos pela estrada asfaltada, descemos por caminhos rurais até à aldeia de Mariares, onde aproveitamos para tirar a foto de grupo...e à árvore.

Um pouco mais à frente "alguns" de nós foi visitar o cruzeiro de Sta "Ufémia", e descemos para a aldeia da Panchorrinha, onde aproveitamos para almoçar.

A um ritmo lento....quase parados seguimos caminho passando a ponte da Panchorrinha, bem enquadrada na paisagem sobre o rio Cabrum e um arvoredo "despido" faziam um bom quadro.

As aldeias de Ovadas (de Cima e de Baixo), eram as aldeias que restavam a "comitiva" passar, antes ainda passamos por três moinhos de rodízio ainda bem conservados.

Se na aldeia de Ovadas de Cima, foi tempo de visitarmos a capela da aldeia, na de Baixo, visitamos o café S. João e a Igreja Matriz de S. Pelágio, onde em tempo de leilão o salpicão.....era caro

Antes de chegarmos novamente aos carros, ainda passamos pela bonita ponte de Covelinhas e pela centro da aldeia.

E assim foi a nossa aventura em domingo de Carnaval.

NOTA: Trilho limpo, mas com falhas de sinalização, recomendamos GPS.

Sérgio Sousa



MAPATRILHOELEVAÇÃO
http://www.walkingportugal.com/z_distritos_portugal/Braga/Fafe/FAF_pr10_trilho_do_vento_folheto.pdf
 
PARTICIPANTES CONFIRMADOS FINAL (22 JAN / 20H)
Sofia, Elisa, José Morais, Daniel, Vera, José, Fernando, Isabel, Beatriz, Manuel, Deolinda, Mário, Sérgio, Alexandra, Matilde, Sérgio, Victor, Alexandrina, Cármen, Felismina, Gabriel, Agostinha, Rocha
( 46 / 90 )
PARTIDALOCALGPSKMGRAUMAPA
2017.01.26
10:00
Aldeia de Covelinhas

41°03'18.0"N 7°58'57.0"W
41.055000, -7.982500

 10MédioLink
MAIS INFORMAÇÕES
Percurso: Percurso do Vale do Cabrum
Local: Serra de Montemuro
Partida/Chegada: Aldeia de Covelinhas (Resende)
Estacionamento: Sim (pouco)
Rede Telemóvel: Fraco
Âmbito: Paisagístico, Ambiental
Tipo: Circular
Sinalização: GPS
Pontos Água: Nenhum (recomendado)
Exposição Vento/Solar: Médio
Almoço: Volante
Regras: Ler Aqui
Sugerido: Solas Rotas
Ponto Encontro: Aldeia de Covelinhas (Resende)
Pontos de Interesse: Aldeia de Covelinhas, Monte de Covelas, Aldeia Granja, Aldeia de Pachorrinha, Ovadas de Cima e de Baixo, Rio Cabrum, Pontes centenárias.
Dicas: Água, Roupa adequada às condições atmosféricas; Botas; Bastão,
Reconhecimento: Sem reconhecimento
Outras informações: Câmara Municipal de Resende,

Sem comentários:

Publicar um comentário