quarta-feira, 25 de abril de 2018

Extra: Trilho Moinho de Folón e Picón no Wikiloc

Wikiloc é um lugar para descobrir e partilhar as melhores trilhas ao ar livre a pé, de bicicleta e muitas outras atividades. Pode visitar o trilho na página Solas Rotas no Wikiloc, para fazer download (gpx, kml) do mesmo pode-se registar é totalmente gratuito.

Clique na imagem
Visite a página do Solas Rotas no Wikiloc

Extra: Trilho Moinho de Folón e Picón a Foto de Grupo

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Extra: Trilho Moinho de Folón e Picón em Anúncio

ÚLTIMA HORA (18 ABR / 00H): CAMINHADA CONFIRMADA 
- APENAS MEMBROS
- Caminhada DIFÍCIL (+/-14km)
- Inicio da caminhada às 10:00
- Trilho escorregadio, possibilidade de parte do trilho com água 
- Aconselha-se o uso de botas, água, roupa adequada às condições atmosféricas, muda de roupa para o final  
- Caminhada sem reconhecimento, preparados para tudo
Fonte:https://pt.wikipedia.org/wiki/Moinhos_do_Fol%C3%B3n_e_do_Pic%C3%B3n
O Rosal, Galiza

Na caminhada extra de Abril, iremos até à nossa vizinha Espanha, para realizar parte do trilho Moinhos do Fólon e Picon, um conjunto de 61 moinhos em cascata.

Deixando o trilho dos moinhos, saímos em direcção aos miradouros da costa atlântica da Galiza, passando antes pela capela de S. Martinho.

O primeiro miradouro que encontraremos situasse no monte da Mariñas, depois o miradouro Campo de Couto, e finalmente o miradouro Campo do Terroso, onde poderemos observar o rio Minho que separa os dois países.

IMPORTANTE: O regresso será feito por um caminho (corta-fogo) bastante inclinado em que deveremos descer com atenção.

Os pontos de interesse deste trilho são: Moinhos do Fólon e Picón; Capela S, Martinho, Miradouros, e panorâmicas envolventes.

Todos aqueles que desejarem aceitar esta sugestão, devem preencher o formulário (ver mais abaixo), apenas depois das 21:00 da 4ª feira anterior ao dia da caminhada e até às 18:00 de 6ª feira.

FORMULÁRIO
Se faz intenção de nos acompanhar, preencha o seguinte FORMULÁRIO (limite de 45 solas)
apenas depois das 21:00 da 4ª feira anterior ao dia da caminhada e até às 18:00 de 6ª feira
---- gratuito, mas a caminhada não inclui seguro ---
PARTICIPANTES CONFIRMADOS  (21 ABR/ 11H)
Sérgio, Daniel, Vera, José. Susana, Raquel, Manuel, Deolinda, Victor, Carla, Manuel Cruz, Mário
(24/ 40)
PARTIDALOCALGPSKMGRAUMAPA
2018.04.22
10:00
Moinhos do Fólon e PicónN 41º 57' 24.2'' W 8º 50' 15.5''
41.956717, -8.837634
14Difícil -
MAIS INFORMAÇÕES
Percurso: Trilho Moinhos do Fólon e Picón
Local: O Rosal (Galiza)
Partida/Chegada: Moinhos Fólon e Picón
Estacionamento: Sim
Rede Telemóvel: ?
Âmbito: Paisagístico, Cultural, Ambiental
Tipo: Circular
Sinalização: GPS
Pontos Água:  0
Exposição Vento/Solar: Alto
Almoço: Volante
Regras: Ler Aqui
Sugerido: Solas Rotas
Ponto Encontro: Moinhos do Fólon e Picón 
Pontos de Interesse: Moinhos, Capela, Miradouros, Panorâmicas
Dicas: Água, Roupa adequada às condições atmosféricas; Botas; Bastão,
Reconhecimento: Sem reconhecimento
Outras informações: 
AVISO IMPORTANTE: A caminhada não inclui seguro                                                            





quarta-feira, 4 de abril de 2018

96ª Caminhada: De Pitões à Fonte Fria em Anúncio

ÚLTIMA HORA (05 ABR / 11H): CAMINHADA CANCELADA 
- AGORA APENAS MEMBROS
- ATENÇÃO: Frio e possibilidade de chuva fraca/neve
- Caminhada DIFÍCIL (+/-19km)
- Inicio da caminhada às 09:00
- Trilho escorregadio, possibilidade de parte do trilho com água (ou neve)
- Recomendamos que levem lanterna/frontal (só por precaução)
- Aconselha-se o uso de botas, água, roupa adequada às condições atmosféricas, muda de roupa para o final  
- Decidiremos se há ou não caminhada, sábado 12:00 
- Caminhada sem reconhecimento, preparados para tudo
Fonte:http://www.portugaldenorteasul.pt/5006/aldeias-para-visitar-no-Parque-Nacional-Peneda-Ger-s


Pitões das Júnias, Montalegre

Passados 3 anos, regressamos a esta aldeia encantadora.

Desta feita, iremos realizar um percurso que inicia no centro da aldeia, e que nos leva ao alto da Fonte Fria, passando pelo local da praxe a Capela S. João.

Saindo do largo atrás da Junta de Freguesia, iremos atravessar a aldeia, apanhando um pequeno caminho em alternativa à estrada de alcatrão, para mais à frente entrarmos num estradão de terra batida.

Daqui seguiremos pela esquerda apanhando um caminho em pé posto (ou corta mato), em direcção aos cornos da Fonte Fria. (caminho ida e volta).

Regressando ao trilho seguiremos em direcção à capela de S. João (das mais belas vistas que conhecemos), onde iremos fazer uma vez mais um desvio (ida e volta) para ir à capela.

Voltando ao trilho, regressamos à aldeia, passando pelo "castelo", uma formação de pedras, com outra panorâmica agora sobre a aldeia.

IMPORTANTE: Trata-se de uma trilho longo, difícil, exigente, e uma forte possibilidade de o mesmo estar com neve. Teremos que começar às 9:00 em ponto, e não podemos pausar muito. Recomendamos que levem lanterna/frontal, e uma muda de roupa para o final.

Os pontos de interesse deste trilho são: Aldeia de Pitões Junias, Fonte Fria, Capela S. João

Todos aqueles que desejarem aceitar esta sugestão, devem preencher o formulário (ver mais abaixo), apenas depois das 21:00 da 4ª feira anterior ao dia da caminhada e até às 18:00 de 6ª feira.

FORMULÁRIO
Se faz intenção de nos acompanhar, preencha o seguinte FORMULÁRIO (limite de 90 solas)
apenas depois das 21:00 da 4ª feira anterior ao dia da caminhada e até às 18:00 de 6ª feira
---- gratuito, mas a caminhada não inclui seguro ---
PARTICIPANTES CONFIRMADOS  (04 ABR/ 08H)
-
(0/ 90)
PARTIDALOCALGPSKMGRAUMAPA
2018.04.08
09:00
Aldeia de Pitões das Júnias41°50'27.1"N 7°56'60.0"W
41.840867, -7.949989
19Difícil -
MAIS INFORMAÇÕES
Percurso: Trilho de Pitões à Fonte Fria
Local: Pitões das Júnias (Montalegre)
Partida/Chegada: Junta de Freguesia Pitões
Estacionamento: Sim
Rede Telemóvel: Fraco
Âmbito: Paisagístico, Cultural, Ambiental
Tipo: Circular
Sinalização: GPS
Pontos Água:  0
Exposição Vento/Solar: Alto
Almoço: Volante
Regras: Ler Aqui
Sugerido: Solas Rotas
Ponto Encontro: Aldeia de Pitões das Júnias                                                                      Pontos de Interesse: Aldeia de Pitões das Júnias; Fonte Fria, Capela S. João
Dicas: Água, Roupa adequada às condições atmosféricas; Botas; Bastão,
Reconhecimento: Sem reconhecimento
Outras informações: Câmara Municipal Montalegre, Pitões das Junias
Nota: Possibilidade de ter neve
AVISO IMPORTANTE: A caminhada não inclui seguro



domingo, 1 de abril de 2018

Extra: Vilarinho a Louriça à Lupa

Em 2016, um pequeno grupo realizou a GR34, e esta passagem (Vilarinho, Louriça) ficou na memória, pela sua exigência, quer pela sua paisagem.
Desde desse momento, ficou decidido um dia o grupo realizaria uma actividade nesta área, e assim foi...a nossa actividade extra de Março.

Para mais tarde recordar, uma caminhada, que se experimentou de tudo sol, vento, chuva, neve, granizo, nevoeiro....e por fim o arco-íris.

Pelas nove e pico, após calçarem as botas, e apertarem mochilas e casacos, Flora e mais quinze lá partiram em direcção às antenas de Louriça, partindo do paredão da barragem de Vilarinho das Furnas, os primeiros quilómetros, são quase em linha recta, smepre paralelos à albufeira apreciando a vista da outra margem, onde se destaca a Fraga de Sarilhão.

Ainda nem o primeiro quilometro estava percorrido, e já as máquinas/telemóveis disparavam entre fotos e selfies, panorâmicas e macros, onde o pano de fundo era maioritariamente a bela cascata.

Passando a ponte, seguimos rumo à antiga aldeia de Vilarinho (completamente submersa), chegados a Porto da Furnas, iniciamos a subida para o alto de Louriça, apanhando a antiga calçada, junto ao ribeiro das Furnas que corria bem forte, o que fazia "afogar" as poldras da passagem... o que fez despertar a nossa inter-ajuda, a coragem de uns...e o optimismo de outros "agarra a corda....que eu vou puxar"....xau...ia de cabeça. IMPORTANTE: nunca te esqueças do bastão

Prova superada, à medida que íamos subindo a beleza aumentava, e pouco mais à frente a serra amarela, transforma-se agora em serra branca, o sol em chuva e neve, e começava aqui o "ponha ponha ponha" e o "tira tira tira" o poncho. Numa destas paragens, um "recordar é viver" a batalha das bolas de neve (1987).

O caminho começava agora a ficar preenchido com a neve, uns seguiam contentes, outros em "pânico controlado" e outro aos "tombos".

O nevoeiro caiu forte, e fez-nos alterar a rota, não subimos às antenas, e seguimos em direcção ao trilho mais à frente, curtando caminho, por neve nunca antes pisada, e....uns que já vinham aos "tombos"....experimentaram o mergulho (...de cabeça). há malucos para tudo

Estava na hora de dar corda aos sapatos, a chegada às casarotas, foi brindada com a maior saraivada de todos tempos e um nevoeiro cerrado, quanto às casarotas....passaram quase despercebidas, assim como o magnifico miradouro sobre a albufeira. 

E de repente.... volta o sol, o arco-íris, e a albufeira, proporcionando uma vista magnifica, enquanto íamos descendo em direcção à barragem.

E foi assim a nossa aventura, terminando cansados, molhados, congelados...e esperançados pela próxima aventura.

SR Sérgio Sousa







MAPA
TRILHO
ELEVAÇÃO
http://www.manteigastrilhosverdes.com/uploads/pr_5_mtg_por_v2.pdf
PARTICIPANTES CONFIRMADOS FINAL (18 MAR- 19H)
Sérgio, Victor, Ricardo, Raquel, Manuel, Deolinda, Fernando, Gabriel, Daniel, Sérgio, Alexandra, Vera,José, Alberto, Mário
(30/ 90)
PARTIDA
LOCAL
GPS
KM
GRAU
MAPA
2018.03.18
09:00
Barragem Vilarinho das Furnas

N 41º 45' 42.7''  W 8º 12' 31.2''
41.761814  -8.208704

16
Díficil

MAIS INFORMAÇÕES
Percurso: Trilho Vilarinho - Louriça
Local: Vilarinhos das Furnas (Gerês)
Partida/Chegada: Barragem Vilarinho das Furnas
Estacionamento: Sim
Rede Telemóvel: ?
Âmbito: Paisagístico, Cultural, Ambiental
Tipo: Circular
Sinalização: GPS
Pontos Água:  0
Exposição Vento/Solar: Alto
Almoço: Volante
Regras: Ler Aqui
Sugerido: Solas Rotas
Ponto Encontro: Barragem Vilarinho das Furnas
Pontos de Interesse: Albufeira de Vilarinho das Furnas; Alto de Loriça; Casarotas
Dicas: Água, Roupa adequada às condições atmosféricas; Botas; Bastão,
Reconhecimento: Sem reconhecimento
Outras informações: Câmara Municipal Terras do BouroSerra Amarela
Nota: Possibilidade de ter neve
AVISO IMPORTANTE: A caminhada não inclui seguro

terça-feira, 20 de março de 2018

Extra: Vilarinho a Louriça no Wikiloc

Wikiloc é um lugar para descobrir e partilhar as melhores trilhas ao ar livre a pé, de bicicleta e muitas outras atividades. Pode visitar o trilho na página Solas Rotas no Wikiloc, para fazer download (gpx, kml) do mesmo pode-se registar é totalmente gratuito.

Clique na imagem
Visite a página do Solas Rotas no Wikiloc

Extra: Vilarinho a Louriça a Foto de Grupo

quinta-feira, 15 de março de 2018

Extra: Vilarinho a Louriça em Anúncio

ÚLTIMA HORA (17/MAR-23H): CAMINHADA CONFIRMADA 
- Inscrições Fechadas
- ATENÇÃO: Bastante frio e possibilidade de chuva fraca
- Caminhada DIFÍCIL (+/-23km)
- Inicio da caminhada às 09:00
- Trilho escorregadio, possibilidade de parte do trilho com água (ou neve)
- Recomendamos que levem lanterna/frontal (só por precaução)
- Aconselha-se o uso de botas, água, roupa adequada às condições atmosféricas, muda de roupa para o final  
- Decidiremos se há ou não caminhada, sábado 18:00 
- Caminhada sem reconhecimento, preparados para tudo


Serra Amarela, Gerês

Para a primeira extra do ano, escolhemos um dos melhores percursos que já realizamos, que partirá da barragem de Vilarinho das Furnas, ao alto da serra Amarela (Loriça).

Assim sendo, iniciaremos a nossa caminhada partindo da barragem de Vilarinho, percorrendo o estradão paralelo à albufeira, até chegarmos à antiga aldeia de Vilarinho das Furnas (penso que agora já estará totalmente submersa).

Aqui seguiremos por um caminho antigo, que outrora servia a aldeia, observando as suas enumeras quedas de água, sempre com uma excelente panorâmica de fundo.

Mais tarde depois de sair do caminho, seguiremos à nossa esquerda, rumo às antenas de Loriça, onde poderemos ter uma vista de 360º (se o tempo permitir)

A partir daqui, será sempre a descer, passando pela "nossas conhecidas" casarotas, para um pouco mais à frente apanharmos uma descida bastante inclinada e quase em corta-mato, compensada pelas vistas.

Posteriormente, entraremos num caminho de pé posto, mesmo na cumeada da montanha, para depois descermos novamente para o paredão da barragem e terminarmos a nossa caminhada.

IMPORTANTE: Trata-se de uma trilho longo, difícil, exigente, e uma forte possibilidade de o mesmo estar com neve. Teremos que começar às 9:00 em ponto, e não podemos pausar muito. Recomendamos que levem lanterna/frontal, e uma muda de roupa para o final.

Devido a este trilho passar em zonas de protecção, criamos uma limitação ao numero de participantes (40 solas/20 pessoas)

Os pontos de interesse deste trilho são: Albufeira de Vilarinho das Furnas; Alto de Loriça, Casarotas

Todos aqueles que desejarem aceitar esta sugestão, devem preencher o formulário (ver mais abaixo), apenas depois das 21:00 da 4ª feira anterior ao dia da caminhada e até às 18:00 de 6ª feira.

FORMULÁRIO
Se faz intenção de nos acompanhar, preencha o seguinte FORMULÁRIO (limite de 90 solas)
apenas depois das 21:00 da 4ª feira anterior ao dia da caminhada e até às 18:00 de 6ª feira
---- gratuito, mas a caminhada não inclui seguro ---
PARTICIPANTES CONFIRMADOS  (15 MAR / 23H)
Sérgio, Victor, Ricardo, Mário, Raquel, Manuel, Deolinda, Alberto, Vera, José, Gabriel, Sérgio, Alexandra, Fernando, Daniel
(30/ 40)
PARTIDALOCALGPSKMGRAUMAPA
2018.03.18
09:00
Barragem Vilarinho das FurnasN 41º 45' 42.7''  W 8º 12' 31.2''
41.761814  -8.208704
23Difícil Link
MAIS INFORMAÇÕES
Percurso: Trilho Vilarinho - Loriça
Local: Vilarinhos das Furnas (Gerês)
Partida/Chegada: Barragem Vilarinho das Furnas
Estacionamento: Sim
Rede Telemóvel: ?
Âmbito: Paisagístico, Cultural, Ambiental
Tipo: Circular
Sinalização: GPS
Pontos Água:  0
Exposição Vento/Solar: Alto
Almoço: Volante
Regras: Ler Aqui
Sugerido: Solas Rotas
Ponto Encontro: Barragem Vilarinho das Furnas
Pontos de Interesse: Albufeira de Vilarinho das Furnas; Alto de Loriça; Casarotas
Dicas: Água, Roupa adequada às condições atmosféricas; Botas; Bastão,
Reconhecimento: Sem reconhecimento
Outras informações: Câmara Municipal Terras do Bouro; Serra Amarela
Nota: Possibilidade de ter neve
AVISO IMPORTANTE: A caminhada não inclui seguro



quarta-feira, 7 de março de 2018

95ª Caminhada: Rota da Laranja (S. Pedro Sul) - Cancelada

Caros membros e amigos

Em primeiro lugar, gostaríamos de informar que a actividade prevista para domingo (08/03/2018) foi cancelada, por dois motivos, primeiro fomos informados (posto turismo SPS) que a rota prevista (Rota da Laranja (S. Pedro Sul) foi afectada pelos os incêndios de 2017 e segundo pela previsão de mau tempo para domingo.
Face isto, comunicaremos uma nova data e a rota alternativa à prevista.

Gratos pela Vossa compreensão

Grupo SR


domingo, 11 de fevereiro de 2018

94ª Caminhada: Trilho Vale de Aveloso à Lupa

Mais uma voltinha, mais uma subidinha; mais uma descidinha, mais uma pocinha…

E assim percorremos cerca de 23 km pelo Vale do Bestança, em Cinfães. Ao PR3 - Vale de Aveloso juntamos parte do PR1 – Caminho do Prado. Não há duas sem três, então adicionamos mais uns km do PR2 – Rota do Vale.

Iniciamos o percurso junto à Igreja de Santa Cristina, em Tendais, num dia soalheiro mas extremamente gelado. A água não caiu mas brindou-nos ao longo do percurso… shlop Shlop de pedra em pedra e ao som do rio, lá seguimos em direcção à aldeia de Meridãos. Primeira subida (de muitas) superada, continuamos a subir por caminhos rurais até Aveloso. Seguiram-se as aldeias de Macieira, Fermentãos e o regresso a Tendais. Aqui entramos no PR2 – rota do vale, num caminho agora mais de montanha. A caminho da aldeia de Soutelo, chegamos à ponte do Bestança, havíamos percorrido já uns 12km. Ali fizemos a nossa refeição ao som do rio, do vento e com sabor a “Picalm” para alguns… Retemperados, barriga e tendões e músculos, seguimos caminho rumo a Chã e depois Covelas com a sua imponente ponte. Mais uns cliques ao rio, outrora considerado um dos mais limpos da Europa, e continuamos rumo a Valverde e finalmente a derradeira ascensão de cerca de 400 mt até ao ponto de partida, Tendais.

Um percurso algo extenso para um dia de inverno, com alguma dificuldade técnica pelos constantes desníveis e muita água que torna o caminho escorregadio… ou terá sido a banana, JC?!? Paisagem lindíssima, onde as aldeias repousam por entre os socalcos e ao som do rio Bestança. Entristeceu-nos apenas um imponente ninho, extremamente prejudicial mas não menos belo, de vespa Velutina que encontramos na fase final do percurso. Cumpre-nos avisar quem de direito, assim o fizemos.

Partidos mas felizes, regressamos a casa na certeza que durante uns 3 dias não nos iríamos esquecer desta magnífica caminhada...

Cristina Moreira, SR74










MAPA
TRILHO
ELEVAÇÃO
http://www.manteigastrilhosverdes.com/uploads/pr_5_mtg_por_v2.pdf
PARTICIPANTES CONFIRMADOS FINAL (04 FEV - 19H)
José CarlosLeonelSara Sá, António, VeraJosé, Carlos, Cristina, João, Tita, Filipe, João, AlexandrinaRochaAgostinhaDaniel, Sílvia, StelaMarta, Luís, Simão, Tiago, Paula, Paula, António, LuísaAgostinha, Manuel, VictorManuelDeolindaManuel, Maria, RicardoElsaAlbertoFernandoPaula, Pedro, Etelvina, FernandoGabrielSusana, SérgioCarla
(90/ 90)
PARTIDA
LOCAL
GPS
KM
GRAU
MAPA
2018.02.04
09:00

41°00'48"N 8°03'04"W
41.013203, -8.050994 

24
Díficil

MAIS INFORMAÇÕES
Percurso: Trilho Vale de Aveloso
Local: Aldeia de Tendais (Cinfães)
Partida/Chegada: Igreja de Tendais 
Estacionamento: Sim
Rede Telemóvel: Sim
Âmbito: Paisagístico, Cultural, Ambiental
Tipo: Circular
Sinalização: GPS
Pontos Água:  Aldeias
Exposição Vento/Solar: Alto
Almoço: Volante
Regras: Ler Aqui
Sugerido: Solas Rotas
Ponto Encontro: Aldeia de Tendais (Cinfães)
Pontos de Interesse: Aldeias de Tendais, Meridães, Aveloso, Macieira, Fermentãos, Soutelo, Chã, Rio Bestança. Vale do Bestança. Caminhos Rurais e Socalcos, Pontes Romanas
Dicas: Água, Roupa adequada às condições atmosféricas; Botas; Bastão,
Reconhecimento: Sem reconhecimento
Outras informações: Câmara Municipal CinfãesAssociação Vale Bestança
Nota: Percursos bem marcadas (excluindo as ligações); Trilho sem partes queimadas significantes, Bastante Água no percurso.
AVISO IMPORTANTE: A caminhada não inclui seguro